Vivendo 2021

Endometriose é uma afecção ginecológica comum, que atinge de 10 a 15% das mulheres no período reprodutivo e até metade das mulheres com dor pélvica crônica e/ou infertilidade. Estima-se que o número de mulheres com endometriose seja de quase 8 milhões no Brasil e de mais de 190 milhões no mundo. Em países industrializados, é uma das principais causas de hospitalização ginecológica.

Apesar de ser uma das doenças mais estudadas em ginecologia, alguns aspectos continuam sendo alvo de pesquisa, destacando-se a busca pela sua causa. Muitos estudos têm sido realizados na tentativa de se identificar alterações imunológicas, genéticas ou mesmo, as respostas à contaminantes ambientais que podem estar presentes em pacientes com endometriose.

Infelizmente muitas mulheres e muitos médicos consideram a cólica menstrual incapacitante como algo normal. Principalmente se existe um histórico familiar a respeito. E é justamente aí que devemos prestar ainda mais atenção visto que parentes de primeiro grau tem maiores chances de desenvolver a doença.

O diagnóstico então começa através da suspeita clínica e do exame físico!

A partir daí, temos que pensar sobre os exames complementares: a ressonância magnética e a ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal.

O tratamento da endometriose é eminentemente clínico. Ele é feito com anticoncepcionais, mudanças de estilo de vida, exercícios físicos e fisioterapia. Na falha de resposta ao tratamento clínico, passamos a considerar o tratamento cirúrgico para a exérese completa das lesões.

Em alguns casos existe a indicação do tratamento cirúrgico obrigatório mesmo que a paciente seja assintomática, na dependência do tamanho das lesões ou dos órgãos comprometidos.

Pensando em todos estes detalhes, o Instituto VivEndo realizará em 4 sábados o evento: VivEndo 2021. Com o intuito de levar informação de qualidade para gerar conscientização!!

Aproveitando o mês mundial de conscientização da endometriose, o Março Amarelo, realizaremos nos dias 06, 20, 27/03 e 03/04, das 08 às 11:00h, uma série de apresentações voltadas às portadoras de endometriose e seus familiares.


A inscrição é pelo site "eventovivendo" e é gratuida!!

Se você sente dor, procure um ginecologista. Porque sentir dor não é normal!