Como os maridos/pais podem ajudar as esposas com endometriose?

Na terceira vez desta semana, o pai ajudou os dois filhos com a lição de casa. E os levou na escola e para as atividades esportivas. Preparou o jantar, e contou uma história antes de dormir. Enquanto isso, sua esposa estava na cama, com uma dor tão grande que não conseguia realizar nenhuma tarefa. Esse pai é também o marido de uma esposa com endometriose. E ao mesmo tempo que ele cuida dos filhos na crise da esposa, ele se preocupa com o bem estar dela.

Essa é uma das muitas situações vivenciadas por casais cujo a esposa/mãe sofre de endometriose. O marido/pai precisa se adaptar quando ocorre as crises de dores.


A endometriose é uma doença que causa grande impacto na vida. Uma das coisas mais importantes para a paciente é o apoio. Apoio das pessoas que estão ao seu lado. Apoio do seu companheiro. Apoio do pai dos seus filhos.


É complicado entender a dor de outra pessoa. E no caso da endometriose a maior ajuda que podemos promover é entender sobre a doença.


Endometriose é uma doença que não tem cura. Sua esposa e você precisam aceitar essa condição para conviver com a doença. Isso significa uma vivência com dores e exaustão.


É uma doença ainda invisível. E para se tornar visível é necessário que tanto as mulheres, quanto seus parceiros falem sobre ela. Como marido e pai, você é um grande porta-voz. E mais do que isso, a pessoa que pode ajudar nos piores momentos.


Ela precisa de apoio. Porque a endometriose não vai embora.


Por este motivo, criamos um pequeno guia de como os papais podem ajudar a sua esposa que convive com essa doença:


  1. Escute ao invés de falar:

Mesmo quando não tem nada que você possa fazer, deixe sua esposa falar sobre o que sente, suas dores, seus sintomas. Não venha com uma solução. Apenas escute.


  1. Entenda quando ela cancelar alguma programação:

A endometriose causa sintomas que torna a pessoa fisicamente incapaz de se mover. Lembre-se de que sua esposa não está apenas sentindo dor, mas também está triste por decepcioná-lo.


  1. Respeite o silêncio:

Às vezes elas estão assustadas, intimidades ou aborrecidas demais para poder conversar.


  1. Descubra o que ela precisa, e ajude:

Ajude sempre, seja preparando a refeição, indo ao supermercado ou loja, ou passando mais tempo com os filhos e animais de estimação.


  1. Entenda que não é só porque ela não reclama, que ela não está sofrendo:

A endometriose está presente todos os dias. Não vai embora. Sua esposa aprende a conviver com a dor.


  1. Seja paciente:

Mesmo que ela esteja sofrendo muito, deprimida e incapaz de conversar saiba que ela voltará. Voltará para ela mesma.


  1. Lembre-se, às vezes, são as pequenas coisas que fazem a diferença:

Se ela gosta de assistir uma série, assista com ela. Passe um tempo com ela e com seus filhos.Isso fará uma grande diferença.


Artigo escrito por Lavínia Romera.


Referências:

  • Family and partners of those with endometriosis. Endometriosis.org.

  • InformedHealth.org]. Cologne, Germany: Institute for Quality and Efficiency in Health Care (IQWiG); 2006-. My partner has endometriosis – what does that mean for me? [Updated 2017 Oct 19]. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279500/

  • Endometriosis and couples. Endometriosis UK.

  • Endometriosis: a husband perspective. Hormones Matter. 2014.


Imagem: Unplash, por Larry Crayton.